Show ::: Paul McCartney ::: Out There Tour ::: HSBC Arena (RJ)

Paul McCartney - Out There TourSir Paul McCartney está novamente em terras brasileiras, desta vez com a sua turnê Out There, que passa por Vitória (10/11), Rio de Janeiro (12/11), Brasília (23/11) e São Paulo (25 e 26/11). O FUZZDRIVE acompanhou de perto o show do dia 12/11, na HSBC Arena, no Rio de Janeiro, e conta agora o que viu!

O show no HSBC Arena foi o primeiro de Paul McCartney em uma arena, na América Latina. O espaço, fechado e menor que um estádio (como o Engenhão, aonde Paul se apresentou em maio de 2011), tornou o show bem mais intimista.

Entretanto, além de mais intimista, a atmosfera da arena também deixou o show mais emocionante e poderoso! Não há dúvida de que as explosões de fogos e as labaredas que estouram no palco durante a música Live And Let Die são mais barulhentas e impactantes numa arena fechada do que num estádio aberto.

Durante as três horas de show, Paul cantou mais de trinta canções, entre elas, grandes sucessos dos Beatles, dos Wings e de sua carreira solo, inclusive, canções de seu último e excelente álbum NEW.

Entre os pontos emocionantes do show estão as homenagens que Paul faz aos seus ex-companheiros de Beatles, John Lennon e George Harrison, já falecidos, e à sua esposa, também já falecida, Linda, nas músicas Here Today, Something e Maybe I´m Amazed, respectivamente.

Do set list, destacam-se ainda, Maybe I´m Amazed, The Long and Winding Road, Eleanor Rigby, as animadas versões de Ob-La-Di Ob-La-Da e All Together Now (dedicada às crianças da plateia), Blackbird, Let It Be, Hey Jude, e o bis final, para encerrar com chave de ouro, Yesterday, Helter Skelter e o medley Golden Slumbers / Carry That Weight / The End.

Raros artistas na atualidade conseguem ter essa enormidade de hits e canções antológicas no set list. E o show de Paul McCartney baseia-se exclusivamente no poder de suas músicas. Não há excessos de cenários, figurinos, bailarinos e malabarismos. Não são necessários artifícios para entreter o público, bastam as canções (e que canções)! É uma verdadeira aula de rock and roll.

O público, formado por 14.800 pessoas, de todas as idades, sexos e credos, reconhece a grandiosidade do momento e também contribuiu para o espetáculo, quando, por exemplo, durante a execução de Let It Be, iluminou a arena com milhares de celulares, criando um lindo efeito que parecia um céu estrelado, com vários pontos de luz, desde a pista até os lugares mais altos das arquibancadas. Cabe lembrar, ainda, as duas fãs que foram convidadas ao palco e pediram para que Paul autografasse suas costas para que pudessem tatuar o autógrafo depois, pedidos que foram prontamente atendidos pelo músico.

Por fim, após o lindo medley de Golden Slumbers / Carry That Weight / The End, Paul, numa das muitas vezes em que se arriscou no português, agradeceu e se despediu: “Obrigado, obrigado, obrigado Rio. Vejo vocês na próxima vez”.

Que venha logo essa próxima vez!


Fotos:


Confira abaixo o vídeo do FUZZDRIVE feito no show do Rio de Janeiro.


Ficha técnica do show:
Evento: Paul McCartney – Out There Tour
Data: 12 de novembro de 2014
Local: HSBC Arena (Rio de Janeiro)
Horário: 22h00 (começou às 22h30)
Público: 14.800

Set list do show:
1 – Eight Days a Week
2 – Save Us
3 – All My Loving
4 – Listen to What the Man Said
5 – Let Me Roll It
6 – Paperback Writer
7 – My Valentine
8 – Nineteen Hundred and Eighty-Five
9 – The Long and Winding Road
10 – Maybe I’m Amazed
11 – I’ve Just Seen a Face
12 – We Can Work It Out
13 – Another Day
14 – And I Love Her
15 – Blackbird
16 – Here Today
17 – New
18 – Queenie Eye
19 – Lady Madonna
20 – All Together Now
21 – Lovely Rita
22 – Everybody Out There
23 – Eleanor Rigby
24 – Being for the Benefit of Mr. Kite!
25 – Something
26 – Ob-La-Di, Ob-La-Da
27 – Band on the Run
28 – Back in the U.S.S.R.
29 – Let It Be
30 – Live and Let Die
31 – Hey Jude
Bis #1
32 – Day Tripper
33 – Hi Hi Hi
34 – I Saw Her Standing There
Bis #2
35 – Yesterday
36 – Helter Skelter
37 – Golden Slumbers/Carry That Weight/The End


Observação: O FUZZDRIVE tem a política de ir aos shows como espectador comum, pagando ingressos, pegando filas, usufruindo dos serviços oferecidos ao público em geral. Tudo isso para termos uma opinião isenta sobre os eventos.

Comentários estão desabilitados no momento.